Intempestiva Solitude...


A palavra arranha a voz que cala na garganta a borbulhar no olhar que fala ao se calar.


O que seria da voz se o olhar dizia o que borbulha e desvia do que se retrata tardia agonia, de saber que sentia, o que não se queria.


Seria saber da solitude que agora se cria nas costas vazias e, o espaço que esfria o que seria a melodia do amor que se fazia agonia, na madrugada fria.


O impulso bate e rebate a pele que arrepia na intempestiva melodia dos grilos nesta noite vazia.


Afaga a mente e o corpo presente que sente, afaga a alma que fria agonia a mente.


A solitude é inconsequente ironia da mente intempestiva, mas agora presente que sente a alegria de se fazer ardente.


Um brinde a doce intempestiva solitude da mente presente!






#Solitude #Intempestiva #poesia #poema #brinde #mente

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Av. Assis Brasil, 3535 - Sala 809 - Porto Alegre/RS - Jardim Lindóia - CEP 91010-004 

Celular / Whatsapp: 51-99232.0001 / 51-99150.9223

  • facebook-icon-preview
  • Instagram-logo